Dicas de alimentação para evitar a celulite (lipodistrofia ginóide)

fone  Central de atendimento:  ( 71 )  3503 - 7393


Avenida Anita Garibaldi, nº 1073, Garibaldi.
Salvador,Bahia

Contato: administracao@uniclinica.com

home

Dicas de alimentação para evitar a celulite (lipodistrofia ginóide)

 

Dicas de alimentação

Como o aumento de peso piora a celulite, é importante evitar engordar para ajudar a combatê-la. A gordura é a forma que nosso organismo tem para acumular reservas de energia. Se você come mais calorias do que seu corpo precisa para usar no dia a dia, elas se acumulam sob a forma de gordura. Estas reservas serão utilizadas quando seu organismo necessitar de energia, diminuindo os depósitos e, consequentemente, as gorduras armazenadas.
Está aí a fórmula para manter-se no seu peso ideal: ingerir a mesma quantidade de calorias que é necessária para seu consumo energético diário. O difícil é resistir aos apelos dos doces, tortas, chocolates, pizzas e tudo mais. Mas, com bom senso, equilíbrio e alguma força de vontade, você pode conseguir.
Veja, a seguir, algumas dicas para ajudar você a se alimentar melhor. No entanto, recomendamos consultar um nutricionista para fazer uma dieta calculada de acordo com o suas necessidades diárias e seu peso ideal.

Entenda os alimentos

Os alimentos pertencem a grupos que terão função diversa no nosso organismo:
•    Proteínas: importantes para a formação dos tecidos. Presentes nas carnes, leite e derivados, ovos e leguminosas. Alguns destes alimentos são também ricos em gordura, devendo-se dar preferências às carnes magras (peito de frango sem pele e peixes), leite desnatado, queijos brancos e iogurte desnatado e sem açúcar. Evite as carnes gordurosas e alimentos embutidos do tipo salsicha, linguiça, salame, etc.
•    Carbohidratos: fornecem a energia necessária para as funções do organismo. As principais fontes são os pães, cereais, massas, doces e açúcar. Deve-se tomar cuidado com a ingestão destes alimentos, pois se ingeridos em excesso, a energia excedente será armazenada sob a forma de gordura.
•    Vitaminas e minerais: necessários ao correto funcionamento orgânico. As principais fontes são os vegetais. Estes alimentos, além de estimular o funcionamento intestinal por serem ricos em fibras, causam sensação de saciedade e tem baixo teor de calorias. No entanto, algumas frutas como abacate, uva e manga são ricas em calorias e devem ser ingeridas com moderação.
Uma dieta saudável deve conter alimentos dos vários grupos. Uma boa dica, fácil de aprender, é fazer um prato bem colorido.

O que você deve evitar

•    Sal em excesso. Salgadinhos, batatas fritas, castanhas, amendoim e frios (salame, mortadela, presunto, etc.) também são ricos em sal, que aumenta a retenção de líquidos no organismo.
•    Comer dois alimentos do mesmo grupo. Exemplo: arroz e batata ou frango e carne. As folhas verdes são a exceção, você pode comê-las à vontade.
•    Queijos amarelos, chocolates, creme de leite, chantilly, manteiga e frituras. São ricos em gordura.
•    Bebidas alcoólicas, doces e açúcar. São ricos em calorias que serão transformadas em gordura.
•    Longos períodos sem se alimentar. Fazer dieta não é passar fome nem fazer jejum.
•    Comer muito no jantar. À noite, seu organismo gasta menos energia, armazenando as calorias sob a forma de gordura.

O que você deve preferir:

•    Refeições ricas em verduras e legumes crus.
•    Fazer um maior número de refeições de pequena quantidade.
•    Comer mais no café da manhã e no almoço e menos no jantar. Durante o dia seu organismo vai consumir mais energia, gastando mais calorias.
•    Beber bastante água, 2 a 3 litros por dia, melhorando sua diurese.
•    Pães, massas e cereais integrais: são ricos em fibra e ajudam seu intestino a funcionar melhor.
A obesidade, além de piorar a celulite, é um risco para a sua saúde. Confira algumas orientações básicas para a perda de peso.

Colaboração: Patrícia Barbosa Lima - Nutricionista Clínica